Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

This is CECH Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Convite para pesquisa online da vivência de estudantes universitários com deficiência

Convite para pesquisa online da vivência de estudantes universitários com deficiência

publicado 26/11/2021 08h00,

Vivência de estudantes universitários com deficiência são foco de estudo

Pesquisa da UFSCar convida voluntários de graduação e pós para entrevista online

 

Uma pesquisa da UFSCar na área de Psicologia está investigando as percepções de vivências sociais que pessoas com deficiência física (PcD) – em especial universitários -possuem do meio acadêmico. Para isso, convida estudantes universitários, de qualquer instituição de Ensino Superior do país, com deficiência física para participarem de uma entrevista.

 

O trabalho “Perspectivas sobre socialização de estudantes universitários com deficiência física: entre estigmas e vivências no meio acadêmico” é desenvolvido pela graduanda de Psicologia da UFSCar, Sara Barbarelli de Souza, sob orientação da professora Luciana Nogueira Fioroni, do Departamento de Psicologia (DPsi). 

 

 “Em linhas gerais podemos dizer que estigma é um sinal, um indicativo, uma marca que é imposta a um determinado indivíduo”, define Sara Souza, que usa, como uma de suas referências teóricas os estudos do cientista social Erving Goffman. “O corpo é atravessado pela concepção social de um dado povo e o estigma que a sociedade designa a um determinado indivíduo impõe atenção a um atributo físico de um indivíduo e afasta e/ou anula a possibilidade de foco para outros atributos, áreas e competências desse indivíduo”.

 

“Assim como em quaisquer outros meios, o estigma pode interferir na vida acadêmica de um indivíduo na medida em que ele corrobora para a não vivência da plenitude de ser quem se é”, explica a aluna.

    

De acordo com a graduanda em Psicologia, a pesquisa pode contribuir para futuros estudos e ou/políticas educacionais que visam contemplar a necessidade atual de construir processos e métodos em políticas educacionais considerando a diversidade humana. “Além disso, o estudo pode contribuir para o conhecimento e análise de como ocorrem e se desenvolvem a interação social proporcionada pelo meio acadêmico, dentro das vivências e sob a perspectivas da população estudada”, conclui.

 

Como participar

Para participar é preciso ser estudante universitário de graduação ou pós-graduação de qualquer instituição de Ensino Superior do país, com 18 anos ou mais; e ser pessoa com deficiência física. 

 

A participação consiste em uma entrevista individual online, pela plataforma Google Meet, com duração de cerca de 40 a 50 minutos. A entrevista será agendada após o aceite do participante e do preenchimento do termo de consentimento, e conforme a disponibilidade do voluntário. Os interessados devem preencher este link (https://bit.ly/3wrPsyo) ou entrar em contato diretamente com a pesquisadora Sara Souza pelo e-mail sara.souza@estudante.ufscar.br. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 47375221.3.0000.5504).

Rodovia Washington Luís , Km 235 - SP-310 | São Carlos-SP | Brasil

CEP: 13.565-905 | Fone: (16) 3351-8351 | E-mail: cech@ufscar.br

CECH / UFSCar © 2016.