Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Eventos / Rede de Debates GEMInIS: mesa-redonda “Todas as redes desaguam no oceano de dados: métricas e mineração”

Rede de Debates GEMInIS: mesa-redonda “Todas as redes desaguam no oceano de dados: métricas e mineração”

Quando 21/03/2017
das 18h00 até 23h00
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

Neste ano letivo, pretende-se promover por meio da Rede de Debates GEMInIS, uma série de atividades relacionadas ao tema – Estudos de Comunicação Contemporânea. As atividades do ciclo de palestras e mesas-redondas visam debater questões atuais da pesquisa e da atuação profissional na área de comunicação no Brasil. Deste modo, busca-se fornecer subsídios para a elaboração da proposta de criação do curso de graduação: “Estudos da Comunicação – Habilitação: Comunicação Transmídia”, na UFSCar.


A primeira atividade será a realização da mesa-redonda “Todas as redes desaguam no oceano de dados: métricas e mineração”, no dia 21 de março, às 18h no Auditório da UEIM, com participação de Gabriel Ishida (Atlas Media),  Soraia Lima (Senac-SP), Lucy Oliveira  (PPGPol/UFSCar) e moderação de João Carlos Massarolo (GEMInIS / UFSCar), que irão sobre pesquisas e metodologias que envolvam estudos sobre as redes em mídias sociais, nos quais se correlacionam temáticas sociais, políticas e jornalísticas.


Na ocasião na ocorrerá o lançamento do livro Lançamento do livro: Monitoramento e Pesquisa em Mídias Sociais – metodologias, aplicações e inovações, organizado por Tarcísio Silva e Max Stabile, do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados – IBPAD). Mais informações sobre a obra:   http://www.ibpad.com.br/o-que-fazemos/publicacoes/monitoramento-e-pesquisa-em-midias-sociais-metodologias-aplicacoes-e-inovacoes/#olivro

 


21 de Março de 2017


Mesa-redonda:  Todas as redes desaguam no oceano de dados: métricas e mineração
Hora: 19:30 h
Local: Auditório da UEIM (CECH)
Convidados:
Gabriel Ishida (Atlas Media),
Soraia Lima (Senac-SP)
Lucy Oliveira (PPGPol/UFSCar)
Moderação: João Carlos Massarolo (GEMInIS / UFSCar).


Lançamento do livro: Monitoramento e Pesquisa em Mídias Sociais – metodologias, aplicações e inovações (Org. por Tarcísio Silva e Max Stabile, do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados – IBPAD).
Hora: 18 hs
Local: Auditório da UEIM (CECH)
Mais informações sobre o livro: http://www.ibpad.com.br/o-que-fazemos/publicacoes/monitoramento-e-pesquisa-em-midias-sociais-metodologias-aplicacoes-e-inovacoes/#olivro


 
Evento no Facebookhttps://www.facebook.com/events/396440014075476/

 

Resumo das apresentações dos convidados


O X da questão: uma análise sobre a questão do gênero nas mídias sociais

Soraia Lima


Resumo: Gênero e identidade são questões que atualmente vão além do binômio homem-mulher. Trata-se de um assunto complexo, que se encontra em aberto e que desafia pensamentos tradicionais de discussão. As mídias sociais digitais apenas potencializam este cenário complexo, uma vez que garante aos usuários um ambiente em que eles podem atuar como produtores e consumidores de informação (prossumidores). Nesse contexto, o jornalismo de dados vem para exercer uma dupla função: trazer uma análise mais aprofundada dos fenômenos que ocorrem dentro e fora do ambiente digital, e potencializar o uso de ferramentas digitais para a divulgação de informações. Nesta apresentação, abordaremos como a imprensa tem utilizado a análise de redes sociais (ARS) na produção de conteúdo jornalístico por meio de estudos de caso, e discutiremos possíveis formas de uso da ARS na práxis jornalística.

 


Análise de Redes: influenciadores em mídias sociais

Gabriel Ishida


Resumo: A palestra apresentará uma modelo de análise de redes em mídias sociais com o objetivo de identificar influenciadores de usuário, e como se relacionar e trabalhar como eles em prol de um projeto ou movimentar comunidades.

 


O jornalismo dos ataques: relações entre propaganda negativa e imprensa brasileira nas eleições presidenciais de 2014

Lucy Oliveira


Resumo: Mesmo com as mudanças ocorridas nas práticas e na linguagem do jornalismo tradicional, ele ainda é uma instância legitimadora e caixa de ressonância da opinião pública no que se refere aos temas políticos no Brasil. Nas eleições presidenciais de 2014, por exemplo, a imprensa se constituiu um ator importante na veiculação da informação para o eleitorado, além de amplificar as polêmicas a partir do foco nos ataques. Entretanto, além do jornalismo, outros medias constituem o chamado “ambiente informacional” do eleitorado, alimentando o debate público de forma processual, dinâmica e relacional, orientando o voto. Neste sentido, buscamos entender as relações entre os conteúdos veiculados pela imprensa e a propaganda eleitoral durante a eleição presidencial brasileira de 2014, jogando luzes sobre as semelhanças entre conteúdos, em especial, o reforço dos ataques entre os candidatos. Partimos do pressuposto que a propaganda negativa é uma estratégia importante na disputa e também atrai a atenção do jornalismo por garantir a realização do papel de “watchdog” por parte da imprensa brasileira.

 


Sobre os convidados


Soraia Lima é jornalista pela Cásper Líbero, tem mestrado pela ECA-USP e é doutoranda na mesma instituição. Possui mais de dez anos de experiência ministrando cursos de graduação e pós-graduação em instituições de Ensino Superior, como ESPM, Estácio, IPOG, Senac-SP, Anhembi Morumbi e Faculdade Anglo Latino. Além da experiência acadêmica, ela já trabalhou como community manager do Scup, repórter e redatora na Editora Aranda e assessora de imprensa no SIEEESP. Atualmente, é coordenadora dos cursos de Pós-Graduação em Planejamento Estratégico e Concepção de Branded Content e de Gestão da Comunicação Integrada no Senac-SP. Ela também coordena o grupo de pesquisa “Comunicação e Identidade: a questão do gênero nas mídias sociais na mesma instituição de ensino. http://lattes.cnpq.br/3446620498505727


Lucy Oliveira é jornalista pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), atualmente é doutoranda em Ciência Política pela UFSCar, onde trabalha com pesquisas na área de propaganda eleitoral, propaganda negativa e jornalismo político brasileiro. Utiliza a análise de conteúdo e lexicometria para investigar  a rede de enquadramentos entre propaganda e grande imprensa. Foi professora de graduação e cursos de curta duração na área de metodologia científica e de pesquisa. Atuou em afiliadas Globo como repórter e produtora nas áreas de política, economia, jornalismo investigativo e jornalismo de dados. Atuou ainda com comunicação pública institucional, assessoria de imprensa, gerenciamento de crises institucionais e consultoria em campanhas eleitorais.


Gabriel Ishida é especialista em inteligência e análise de dados e já liderou projetos de Absolut, Chivas Regal, Coca-Cola, Itaú, Visa e tantos outros clientes de grande porte. Já participou e foi curador de diversos eventos de social media, como Social Media Brasil, Share e Social Analytics Summit. Foi indicado três vezes como uma das cinco referências dentro do mercado de monitoramento e métricas em pesquisa feita com profissionais da área. Também é criador do blog Midializado e co-criador do projeto Atlas Media Lab. http://lattes.cnpq.br/3544114882910835.

Mais informações sobre esse evento…

Rodovia Washington Luís , Km 235 - SP-310 | São Carlos-SP | Brasil

CEP: 13.565-905 | Fone: (16) 3351-8351 | E-mail: cech@ufscar.br

CECH / UFSCar © 2016.