Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Conselho / Atas / Ata 522 - 23/10/2018

Ata 522 - 23/10/2018

ATA DA QUINGENTÉSIMA VIGÉSIMA SEGUNDA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS

 

Ao vigésimo terceiro dia do mês de outubro do ano de dois mil e dezoito, às 8h30 (oito horas e trinta minutos), no Auditório da UEIM, teve início a Quingentésima Vigésima Segunda Reunião Ordinária do Conselho do Centro de Educação e Ciências Humanas da UFSCar, sob a Presidência da Diretora Profa. Dra. Maria de Jesus Dutra dos Reis com os seguintes conselheiros:  Profa. Dra. Ana Cristina Juvenal da Cruz (Vice-Diretora do CECH); Prof. Dr. Luiz André Neves de Brito (Chefe do Departamento de Letras); Profa. Dra. Dijnane Fernanda Vedovatto (Chefe do Departamento de Metodologia de Ensino); Profa. Dra. Joceli Catarina Stassi Sé (Chefe do Departamento de Metodologia de Ensino); Profª Drª Georgina Carolina Faneco Maniakas (Chefe do Departamento de Psicologia); Prof. Dr. Adélcio Camilo Machado (Vice-Chefe do Departamento de Artes e Comunicação); Profª Drª Aline Sommerhalder (Chefe do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas); Prof. Dr. Igor José de Renó Machado (Diretor do Laboratório Integrado de Documentação e Estatísticas Políticas e Sociais); Prof. Dr. Fred Siqueira Cavalcante (Vice-Coordenador do Curso de Licenciatura em Educação Musical); Profa. Me. Ana Luiza Pereira Barbosa (Coordenadora do Curso de Bacharelado em Imagem e Som); Profª. Drª. Camila Höfling (Coordenadora do Curso de Licenciatura em Letras); Profª Drª Flávia Bezerra de Menezes Hirata Vale (Vice-Coordenadora do Curso de Licenciatura em Letras); Profª Drª Rosemeire Aparecida Scopinho (Vice-Coordenadora do Curso de Psicologia); Profª Drª Carolina Severino Lopes da Costa (Vice-Coordenadora do Curso de Educação Especial); Profª Drª Cleonice Maria Tomazetti (Coordenadora do Curso de Pedagogia, Modalidade a Distância); Prof. Dr. José Carlos Rothen (Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação); Profª Drª Luciana Sá Leitão Corrêa de Araújo (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som); Profª Drª Maria do Carmo de Sousa  (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação); Profª. Drª. Andrea Eloisa Bueno Pimentel (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gestão das Organizações e Sistemas Públicos); Fernando Arriello Molan (Representante Técnico-Administrativo).

1. EXPEDIENTE: 1.1. Comunicações da Presidência: 1.2.1. Com relação à alocação de vagas de professores titulares, assunto que foi ponto de pauta 2.5 na 521ª Reunião do CoC-CECH, informa que recebeu cópia de resposta que a Reitoria enviou à Diretora do CCBS. 1.2.2. Sobre as reuniões que têm sido promovidas entre a direção do Centro e os departamentos, informa que estão previstas reuniões no Departamento de Sociologia, no dia 31/10 às 9h; no Departamento de Ciências Sociais, no dia 31/10 às 14h, no Departamento de Artes e Comunicação, no dia 1/11 às 14h; no Departamento de Educação, no dia 5/11 às 14h; no Departamento de Filosofia, no dia 14/11 às 9h30. 1.2.3. Sobre as representações do CECH junto aos colegiados superiores, informa que todas as vacâncias foram preenchidas. 1.2.4. Sobre a participação do CECH no edital CAPES PRInt, informa que a Profa. Dra. Cristina B. Feitosa de Lacerda, a Profa. Dra. Deisy das Graças de Souza, ambas do Departamento de Psicologia e o Prof. Dr. Jacob C. Lima, do Departamento de Sociologia, serão os responsáveis pelo projeto que envolve o CECH. 1.2.5. Sobre os bilhetes ameaçadores e fascistas encontrados no CECH e em outras dependências da universidade, informa as providências que foram tomadas por parte do Centro, como elaboração de boletim interno de ocorrência e divulgação de notas de repúdio nos meios de comunicação a cargo do CECH, além de comunicação direta à Reitoria dos fatos ocorridos. 1.2.6. Com relação às eleições para preenchimento de vagas junto aos colegiados superiores, cujos editais estão abertos, a diretora informa como está a situação atual das representações nos conselhos. Observa que as reuniões foram chamadas depois de vencer as representações das categorias discentes, docentes e técnicos-administrativos e que, devido a este fato, atualmente de um total de 60 vagas, apenas 30 estão ocupadas. Hoje é o último dia para inscrição de candidatos docentes. Sobre esse ponto a Profa. Dra. Flavia, Vice-Coordenadora do Curso de Letras, pede um aparte e faz um apelo aos conselheiros para que os estudantes sejam incentivados a participarem, candidatando-se e votando. Ainda sobre este tema, a diretora afirma que pessoalmente não é contrária à instituição da votação on-line, mas considera que deveria ter sido promovida uma ampla discussão a esse respeito junto à comunidade antes da implantação, num processo menos conflituoso. Ao terminar os pontos de Comunicação da Presidência, antes de iniciar a comunicação dos membros, a diretora faz uma fala de desagravo relativo a uma ocorrência na 521ª reunião do CoC-CECH, em que o secretário municipal de Educação foi citado pessoalmente durante um informe, e não teve chance de defender-se das acusações que lhe foram feitas. 1.2. Comunicações dos Membros: 1.2.1. A Profa. Dra. Dijnane Fernanda Vedovatto (Chefe do Departamento de Metodologia de Ensino) informa sobre a realização do I Encontro de estágio nas licenciaturas, no dia 26/10; 1.2.2. A Profa Dra Flávia Hirata Vale (Vice-Coordenadora do Curso de Licenciatura em Letras) informa que no dia 25/10 às 19h ocorrerá uma roda de conversa em parceria com a SAADE, com o tema “As diversidades étnico-raciais, sociais, culturais e de gênero na UFSCar: desafios”. Será no auditório do CECH. Essa roda de conversa foi idealizada para os estudantes do Curso de Letras, mas os estudantes de outros cursos também estão sendo convidados a participar. 1.2.3. A Profa. Dra. Cleonice Maria Tomazetti (Coordenadora do Curso de Pedagogia, Modalidade a Distância) informa que as propostas de novos cursos na modalidade EaD apresentadas pelo CECH no Edital da CAPES, foram aprovadas. Dessa forma serão oferecidos os cursos de Educação Especial e Pedagogia Bilíngue (Libras/Língua Portuguesa), ambos de Segunda Licenciatura. 1.2.4. O Prof. Dr. Adélcio Camilo Machado (Vice-Chefe do Departamento de Artes e Comunicação) informa sobre as condições de falta de água enfrentadas pelo DAC durante o período de quase uma semana. Foi feita uma nota na reunião do conselho do Departamento, externando as condições precárias que infelizmente não são pontuais, enquanto a obra de construção do novo prédio continua parada. Sobre esse tema, a Diretora informa que o CECH fez a divulgação da referida nota nos meios de comunicação do Centro, e que além disso gestões tem sido feitas constantemente pela direção do Centro quanto aos espaços físicos, mesmo sabendo que não há abundância de recursos para tal fim. O Prof. Adélcio informa ainda sobre a realização de um ciclo de palestras relativas à música, e convida a todos para a palestra que ocorrerá no dia 24/10 com o tema “Música e revolução nas composições chilenas”, às 14h no auditório da UEIM. As próximas palestras estão previstas para os dias 5,13 e 19 de novembro. 2. ORDEM DO DIA 2.1. Aprovação da ata da 521ª Reunião Ordinária do CoC-CECH.  A ata foi aprovada sem alterações, com três abstenções. 2.2. Apreciação de aprovações ad-referendum Foram homologadas por unanimidade as seguintes aprovações ad-referendum: 2.2.1 PROJETO DE EXTENSÃO: 23112.003274/2018-26. Curso Pré-Vestibular da UFSCar São Carlos (oferta 2018). Coordenadora: CAROLINA RODRIGUES DE SOUZA.  (DME) 2.2.2 Processo 23112.003343/2018-00 – Of. DCI nº 51/2018 – Solicitação de autorização para afastamento da Profa. Dra. Zaira Regina Zafalon para realizar pesquisa junto à UFPE, no período de 19/11 a 21/12/2018. 2.2.3  2.1  2.2  2.2.1  2.2.2  2.2. Fichas de caracterização de disciplinas de Graduação do Departamento de Psicologia, com início de validade no 1º período de 2019: “Tradução e Interpretação: atividade discursiva”; “Introdução à Linguística das línguas orais e sinalizadas”; “Linguagem, Surdez e Educação”; “Introdução à Tradução e Interpretação e aos Estudos da Surdez”; “Ética Profissional”; “Estudos do Significado”; “Português como segunda língua para surdos”; “Aquisição e Desenvolvimento da Língua: Libras”; “Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem: Libras”; “Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem: Língua Portuguesa”; “Políticas Públicas e Surdez”; “Linguagem e aspectos segmentais e suprassegmentais da fala”. 2.2.4 Processo 23112.000887/2016-40 – Of. CCLEEs nº 023/2018 – Solicita nomeação da comissão para avaliação especial de desempenho para efeito de estabilidade da servidora Mariana Cristina Pedrino, Pedagoga lotada na Coordenação do Curso de Licenciatura em Educação Especial – CCLEEspL, cujo período de estágio probatório é de 13/01/2016 a 13/01/2019. A comissão será composta pelas servidoras Juliane A. de Paula Perez Campos, Márcia Duarte Galvani e Adriana Maria Corsi. (ATO CECH nº 094/2018). 2.2.5 Of. CCFil nº 037/2018 – Atualização dos membros componentes do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Licenciatura em Filosofia e do Curso de Bacharelado em Filosofia. A composição foi aprovada na 21ª Reunião do Conselho do Curso de Licenciatura e Bacharelado em Filosofia (CoCFil), em 08/09/2017. 2.2.6. PROJETO DE EXTENSÃO. 23112.003493/2018-13. Curso de extensão para monitoria e acessibilidade em grandes eventos. Coordenadora: ENICEIA GONCALVES MENDES (DPsi). 2.2.7. PROJETO DE EXTENSÃO. 23112.003256/2018-44. EduTEc 3 - Formação flexível, integrada e híbrida em Educação e Tecnologias. Coordenador:  DANIEL RIBEIRO SILVA MILL (DEd). 2.2.8. Processo 23112.000893/2016-05 – Of. DFil nº 021/2018 – Solicita nomeação da comissão para avaliação especial de desempenho para efeito de estabilidade do servidor Francisco Augusto Moraes de Prata Gaspar, docente lotado no Departamento de Filosofia – DFil. A comissão será composta pelos servidores Bento Prado de Almeida Ferraz Neto (presidente), Luiz Damon Santos Moutinho e Paulo Roberto Licht dos Santos. (ATO CECH nº 095/2018). 2.2.9. Processo 23112.003415/2018-19 – Of. CCTILSP nº 017/2018 – Solicitação de afastamento parcial do servidor Willian Cássio Damasceno Pereira, Assistente em Administração lotado na CCTILSP, para cursar mestrado junto ao Programa de Pós-Graduação em Gestão das Organizações e Sistemas Públicos – PPGGOSP da UFSCar. O afastamento dar-se à às quintas-feiras, das 8h às 18h, no período de 23/08/2018 a 13/12/2018. 2.2.10. Fichas de caracterização de disciplinas do Departamento de Filosofia, com início no 1º período de 2019: “História e Sistemas Psicológicos: Gestait e Tendências Contemporâneas”; “Filosofia da Psicologia”; “História da Psicologia e Sistemas Psicológicos: Behaviorismo”; “História da Psicologia e Sistemas Psicológicos: Psicanálise 1”; “Filosofia da Ciências”; “Filosofia das Ciências da Vida”; “Filosofia da Biologia”; “História da Psicologia e Sistemas Psicológicos: Psicanálise 2”; “Formação do Pensamento Filosófico Moderno”. 2.2.11. Processo 23112.001665/2017-25 – OF DAC 058/2018 – Relatório final relativo à solicitação de afastamento parcial para capacitação da Profa. Renata Severo Franco Fantini, para realização de Doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da UFSCar, sob orientação da Profa. Dra. Tânia Maria Santana de Rose. Aprovado na 131ª Reunião Ordinária do Conselho Departamental, em 06/03/2018. 2.2.12. Processo 23112.003117/2018-11 – OF DPSi nº 110/18 -  Proposta de acordo de cooperação Internacional entre UFSCar e Universidade Metropolitana de Oslo – Noruega, a pedido da Profa. Dra. Deisy das Graças de Souza, do Departamento de Psicologia. Aprovada na 87ª reunião do Conselho Departamental, em 12/09/2018. 2.2.13. Processo nº 23112.002481/2018-63 – Of. DME nº 089/2018 – Relatório de atividades relativo à solicitação de Afastamento do Prof. Dr. Paulo Sérgio Bretones no período de 18/08/2018 a 02/09/2018 para participar da XXX Assembleia Geral da União Astronômica Internacional (IAU) em Viena, Áustria. Aprovado na 466ª Reunião do Conselho do DME, em 01/10/2018. 2.2.14. Processo nº 23112.003424/2018-00 – Of. DME nº 092/2018 – Solicitação de autorização de afastamento do país da Profa. Dra. Dijnane Vedovatto, do Departamento de Metodologia de Ensino, para participar do Congresso Internacional de Formação e Profissão Docente, em Santiago, no Chile, no período de 30 a 31/10/2018. Aprovada na 466ª Reunião do Conselho Departamental do DME, em 01/10/2018. 2.2.15. Processo 23112.000908/2016-27 – Of. DFil nº 22/2018 – Solicita nomeação da comissão especial de avaliação que realizará a avaliação final de desempenho e o Relatório Final de Avaliação de Desempenho em estágio probatório e estabilidade da Profª Drª Celi Hirata, Professora Adjunta lotada no Departamento de Filosofia, no período de 11/01/2016 a 11/01/2019. A comissão será formada pelos seguintes membros: Monica Loyola Stival (presidente), Luiz Damon Santos Moutinho e Silene Torres Marques. (ATO CECH nº 096/2018). 2.2.16. Of. PROF-FILO sem nº de 26/09/2018 – Comunica o término da licença maternidade da Profa. Dra. Adriana Mattar Maamari e solicita sua designação, em caráter pró-tempore, como Coordenadora do Núcleo Mestrado Profissional em Ensino de Filosofia (PROF-FILO) (ATO CECH nº 097/2018) bem como a designação do Prof. Dr. João Virgílio Tagliavini como vice-coordenador (ATO CECH nº 098/2018). 2.2.17. Fichas de caracterização de disciplinas de Graduação do Departamento de Educação, referente à inclusão da nova matriz curricular do curso de Filosofia (2017/1): “Política, Organização e Gestão da/na Educação Básica”; “Educação e Sociedade”. 2.2.18. Processo 23112.000362/2016-12 – OF DAC nº 60/2018 – Relatório final de atividades relativo à solicitação de afastamento integral da Profª Drª Jane Borges de Oliveira Santos, no período de 05/03/2017 a 04/03/2018, para desenvolvimento de Pós-Doutorado junto ao Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo, em São Paulo/SP, sob a supervisão do Prof. Dr. Marco Antonio da Silva Ramos. Relatório aprovado na 135ª Reunião Ordinária do Conselho departamental, em 04/10/2018. 2.2.19. Processo 23112.003445/2018-17 – OF DAC nº 059/2018 – Solicitação de afastamento integral do Prof. Dario de Souza Mesquita Júnior para realizar Doutorado junto à Universidade Anhembi Morumbi, sob orientação do Prof. Dr. Sérgio Nesteriuk Gallo, no período de 07/01/2019 a 31/12/2019. Solicitação aprovada na 135ª Reunião Ordinária do Conselho departamental, em 04/10/2018. 2.2.20. Processo 23112.000420/2018-61 – Of. DAC nº 61/2018 – Relatório de atividades relativo à solicitação de afastamento parcial para capacitação – às quartas e quintas-feiras – no período de 01/03 a 31/07/2018, do Prof. Ms. Dario de Souza Mesquita Júnior, Prof. Adjunto, lotado no Departamento de Artes e Comunicação (DAC). O servidor cursa Doutorado no Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu, na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, SP, sob orientação do Prof. Dr. Sérgio Nesteriuk. Solicitação de prorrogação do afastamento pelo período de 01/10/2018 a 31/12/2018. Relatório e solicitação de prorrogação aprovados na 135ª Reunião Ordinária do Conselho Departamental, em 04/10/2018. 2.2.21. Processo 23112.000723/2017-01 – Of. 062/2018 – DAC – Relatório final de atividades relativo à solicitação de afastamento integral do Prof. Dr. Arthur Autran Franco de Sá Neto, para desenvolvimento do projeto de pesquisa de Pós-Doutorado na Faculdad de Filosofía y Letras da Universidad de Buenos Aires, em Buenos Aires, Argentina, sob orientação da Profa. Dra. Ana Laura Lusnich, entre os dias 25/08/2017 e 28/02/2018. A solicitação foi aprovada na 135ª reunião do Conselho do Departamento de Artes e Comunicação, em 04/10/2018. 2.2.22. Processo nº 23112.002040/2018-61 – Of. DAC nº 64/2018 – Relatório de atividades relativo à solicitação de afastamento do país do Prof. Dr. Daniel Marcondes Gohn, Departamento de Artes e Comunicação, para participação em evento científico na Middle Tennessee State University, na cidade de Nashville - EUA, no período de 21 a 30/06/2018. 2.2.23. Processo 23112.003421/2018-68 – Of. DME nº 90/2018 – Solicitação de autorização de afastamento do país da Profa. Dra. Maria do Carmo de Sousa, para participar do “Congresso Internacional de Formação e Profissão Docente”, em Santiago, no Chile, no período entre 28/10 e 01/11/2018. Solicitação aprovada na 466ª reunião do conselho departamental do DME, em 01/10/2018. 2.2.24. Processo nº 23112.002589/2018-56 – Of. DME nº 88/2018  - Relatório de atividades relativo à solicitação de afastamento do país da Profa. Dra. Denise de Freitas, no período de 25/07 a 03/08/2018 para participar do XIII Jornadas Nacionales – VIII Congresso Internacional de Ensenanza de La Biologia, VI Seminário Iberoamericano e X Seminário CTS na Universidad Nacional de Quilmes em Berna, Buenos Aires – Argentina. Relatório aprovado na 466ª Reunião Ordinária do Conselho Departamental, em 01/10/2018. 2.2.25. Processo 23112.003327/2018-17 – Of. DL nº 83/2018 – Solicitação de autorização para afastamento do país da Profa. Dra. Fernanda dos Santos Castelano Rodrigues, para participar do evento “Primer Foro Mundial del Pensamiento Critico / 8ª Conferencia Latinoamericana y Caribeña de Ciencias Sociales”, com apresentação de trabalho, em Buenos Aires, Argentina, no período de 18/11 a 07/12/2018. 2.2.26. Fichas de caracterização de disciplinas de graduação do Departamento de Educação, com início de atividades para o primeiro período de 2017: “Educação e Sociedade” e “Política, Organização e Gestão da/na Educação Básica”. 2.2.27. PROJETO DE EXTENSÃO NOVO. Minicurso Pensamento Pós-Colonial e Relações Raciais - reflexões sobre diferença e desigualdade e a categoria vulnerabilidade. Coordenadora:  LUANA DIAS MOTA (DS). 2.2.28. PROJETO DE EXTENSÃO. 23112.003257/2018-99.Curso de Especialização em Educação: diversidades, violências e desigualdades sociais no cotidiano escolar. Coordenadora: MARIA CECILIA LUIZ (DEd). 2.2.29. Processo 23112.003422/2018-11 – Of. DME nº 91/2018 – Solicitação de autorização para afastamento do país da Profa. Dra. Isadora Valencise Gregolin, do DME, para participar do “Congresso Internacional de Formação e Profissão Docente”, em Santiago, Chile, pelo período de 27/10 a 02/11/2018. Solicitação aprovada na 466ª Reunião do Conselho Departamental, em 01/10/2018. 2.2.30. Processo 23112.003238/2018-62 – OF DPSi nº 109/2018 – Solicitação de autorização para afastamento do país da Profa. Dra. Azair Liane Matos do Canto de Souza, do Departamento de Psicologia, para participar do “48th Annual Meeting Neuroscience – SFN Neuroscience 2018”, com apresentação de trabalho, em San Diego, Estados Unidos, no período de 01 a 11/11/2018. 2.2.31. Processo nº. 23112.002746/2018-23 - Of. DEd nº 075/2018 (02/10/18) - Relatório final de afastamento do país do Prof. Dr. Antonio Alvaro Soares Zuin, para participar da Baice Conference 2018 na Universidade de York, Inglaterra, no período de 09 a 16 de setembro de 2018. 2.2.32. Processo nº. 23112.003603/2018-39 - Of. DS nº. 073/2018 (15/10/18) - Solicitação de afastamento do país do Prof. Dr. Rodrigo Constante Martins, para participar do X Congresso da Associação Latino-americana de Sociologia Rural, com apresentação de trabalho, no período de 25 a 30 de novembro de 2018, na Faculdad de Ciencias Sociales em Montevideo, Uruguai. 2.2.33. Processo 23112.000433/2017-50 – OF DPSi nº 116/2018 – Relatório final relativo à solicitação de afastamento integral da Profª Drª Cristina Bróglia Feitosa de Lacerda, para estágio pós-doutoral junto ao Programa de Doutorado em Educação na Universidade de Barcelona, Espanha, coordenado por Martha Gracia Garcia, durante o período de 01/03/2017 a 28/02/2018. Aprovado na 88ª Reunião ordinária do CoD-DPSi, em 10/10/2018. 2.2.34. Processo 23112.003751/2016-91 – OF DS nº 080/2018 – Relatório da Comissão de Avaliação Final de Desempenho em estágio probatório e estabilidade da Profª Drª Samira Feldman Marzochi – DS, Professor Adjunto, de 26/01/2016 a 26/01/2019. Parecer final aprovado na 124ª Reunião Ordinária do CoD-DS. 2.2.35. Processo 23112.003561/2018-36 – OF DPSi nº 121/2018 – Proposta de acordo de cooperação entre o Laboratório de Prevenção à Violência (LaPreV) do DPSi/UFSCar e a Instituição APAE São Paulo. Solicitação aprovada na 88ª Reunião Ordinária do CoD-DPsi, em 10/10/2018. 2.2.35. Processo 23112.000887/2016-40 – Relatório da comissão para avaliação especial de desempenho para efeito de estabilidade da servidora Mariana Cristina Pedrino, Pedagoga lotada na Coordenação do Curso de Licenciatura em Educação Especial – CCLEEspL, cujo período de estágio probatório é de 13/01/2016 a 13/01/2019. Parecer final aprovado ad-referendum do Conselho do Curso, em 17/10/2018. 2.2.36. Processo 23112.003841/2017-63 – Of. DPsi nº 118/18 - Relatório Periódico de Avaliação de Desempenho nº 3 em estágio probatório e estabilidade da servidora docente Juliana Geórgia G. de Araújo, Prof. Assistente A-DE, lotada no DPsi. Aprovado na 88ª Reunião Ordinária do CoDPsi em 10/10/2018. 2.2.37. Processo nº 23112.002914/2017-08 – Of. DPSi nº 122/2018 – Relatório final de atividades do Estágio Pós-Doutoral junto ao Departamento de Psicologia, da Dra. Talita Pereira Dias, sob orientação da Profa. Dra. Zilda Ap. Pereira Del Prette, aprovado na 88ª Reunião Ordinário do Conselho Departamental do DPsi em 10/10/2018. 2.2.38. Of. PPGPol nº 01/2018 – Informa a nova coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, para o biênio 2018 – 2020. Coordenadora: Profa. Dra. Lidiane Soares Rodrigues (ATO CECH nº 101/18); Vice-Coordenador: Prof. Dr. Gabriel Ávila Casalecchi (ATO CECH nº 102/18). 2.2.39. OF DS nº 079/2018 (19/09/18 – recebido em 17/10/18) – Indica os membros para a Comissão de Avaliação Final de Desempenho em estágio probatório e estabilidade da Profª Drª Samira Feldman Marzochi – DS, Professor Adjunto, de 26/01/2016 a 26/01/2019. Membros: Prof. Dr. Jorge Leite Júnior (presidente), Prof. André Ricardo de Souza e Prof. Dr. Fábio José Bechara Sanchez (ATO CECH nº 103/2018). 2.2.40. Processo nº 23112.003552/2018-45 – Of. DME nº 093/2018 – Solicitação de autorização para afastamento do país da Profa. Dra. Renata Prenstteter Gama, do DME, para participar do “Congresso Internacional de Formação e Profissão Docente”, em Santiago, Chile, pelo período de 29/10 a 01/11/2018. Solicitação aprovada ad-referendum do Conselho Departamental. 2.2.41. Processo 23112.000908/2016-27 – Relatório Final de Avaliação de Desempenho em estágio probatório e estabilidade da Profª Drª Celi Hirata, Professora Adjunta lotada no Departamento de Filosofia, no período de 11/01/2016 a 11/01/2019. Resultado homologado na 333ª Reunião Ordinária do CoD-DFil, em 18/10/2018. 2.2.42. Processo 23112.000893/2016-05 – nº 021/2018 – Relatório Final de Avaliação de Desempenho em estágio probatório e estabilidade do servidor Francisco Augusto Moraes de Prata Gaspar, docente  lotado no Departamento de Filosofia – DFil. Resultado homologado na 333ª Reunião Ordinária do CoD-DFil, em 18/10/2018. 2.2.43. Processo nº 23112.003588/2018-29 – Of. DME nº 097/2018 – Solicitação de autorização para afastamento do país da Profa. Dra. Denise de Freitas para realizar estágio de curta duração nas universidades de Lisboa e Aveiro, em Portugal, e na Universidad Autónoma de Barcelona, na Espanha, no período de 29/10 a 25/11/2018. 2.3 HOMOLOGAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO 2.3.1. Processo 23112.003052/2018-11 – Of. DTPP nº 092/2018 – Relatório das atividades da comissão especial de avaliação para promoção para classe E da Profa. Dra. Carmen Lucia Brancaglion Passos. O Prof. Dr. José Carlos Rothen (Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação) pede a palavra para elogiar a apresentação e o debate ocorridos na ocasião da Avaliação deste concurso, que considerou ter sido uma discussão muito enriquecedora para a área educacional. O relatório da comissão foi aprovado por unanimidade. 2.4. Processo 23112.003640/2018-47 – Ofício DPsi nº 124/18 – Solicitação de autorização para afastamento do país do Prof. Dr. Julio César Coelho de Rose, para participar de atividades de intercâmbio a convite do “Cientro de Estudios e Investigaciones en Comportamiento”, da Universidad de Guadalajara, México, no período entre 03/11/2018 e 10/11/2018. A Profa. Dra. Georgina C. Faneco Maniakas (Chefe do Departamento de Psicologia) pede a palavra e esclarece que o referido Prof. recebeu a confirmação da realização dessa missão após ter ocorrido a reunião do Conselho do Departamento, tendo recebido aprovação ad-referendum naquela instância, o processo foi encaminhado para aprovação em reunião ordinária do conselho de centro. Aprovado por unanimidade. 2.5. Ficha de caracterização de Disciplina de Graduação do DTPP, com início de validade no 1º período de 2019:  Disciplina: A Educação de bebês e crianças de zero a três anos nos espaços coletivos da creche. O Prof. Adélcio, do DAC, pede a palavra e faz um comentário sobre o método em que são aprovadas as fichas de caracterização, de maneira extremamente burocrática e ao seu ver desatualizada. Sugere que seja criado, para esse fim, um módulo no sistema SIGA. Informa que recentemente a chefia do DAC aprovou manualmente 125 fichas relativas ao novo curriculum da música. A Diretora recomenda que os departamentos já procedam a substituição de suas fichas, obedecendo às alterações realizadas pela ProGrad. Ela informa que essas fichas serão utilizadas para darem os indicadores iniciais do esforço docente. A ficha de caracterização foi aprovada por unanimidade. 2.6. Relações professor x aluno em sala de aula no contexto político atual: discussão sobre instrumentos de mediação de conflitos. A diretora informa que a demanda inicial para inclusão deste ponto de pauta partiu do Departamento de Letras. A Profa. Dra. Camila Höfling (Coordenadora do Curso de Licenciatura em Letras), relata a ocorrência de um questionamento por parte de dois discentes, um do curso de Letras e outro de um curso de engenharia, em que houve uma postura ameaçadora por parte desses estudantes, no corredor do DL. O estudante do curso de letras se fez acompanhar pelo colega do outro curso, que na oportunidade realizou diversas críticas em relação a ocorrências em aulas e mesmo à decoração do departamento de letras. O referido estudante teria criticado a postura dos professores do curso de letras, que classificou com intolerantes. A Profa. Camila relatou que na ocasião ela orientou o aluno do curso de Letras para que procurasse os professores das disciplinas e estabelecesse o diálogo a respeito do ocorrido, e que o aluno do curso de engenharia não interferisse num problema acadêmico de um curso ao qual não pertence. Sobre esse tema, a diretora pondera sobre a postura agressiva que os estudantes têm adotado. Ela considera que é preciso retomar o diálogo e desestimular as posturas agressivas. Para isso, segundo a diretora seria desejável criar condições acadêmicas e pedagógicas para o estabelecimento de redes de diálogo. O Prof. Rothen, do PPGE pede a palavra e afirma considerar esta questão muito complexa. Ele afirma que desde quando chegou à UFSCar para atuar como docente, ficou impressionado com a passividade dos alunos em relação ao que considera praticamente uma “veneração” em relação aos professores, postura essa que, segundo ele, prejudica o diálogo. O Prof. considera ainda que há uma onda de passividade no mundo, gerando em consequência o enfraquecimento dos movimentos sociais. Segundo ele, a saída dessa posição de passividade dar-se-á possivelmente pelo processo de violência. Ele convida os demais conselheiros a refletirem sobre como lidar-se-á com essa situação, se ela de fato vier a ocorrer. A diretora reafirma que considera necessário fazer um esforço para retomar os espaços de diálogo. Para isso, ela propõe que seja feito um diagnóstico de quais são os problemas mais comuns, tanto do ponto de vista dos docentes quanto dos discentes. A Profa. Dra. Rosemeire A. Scopinho (Vice-Coordenadora do Curso de Psicologia) considera que atualmente há muita dificuldade de aproximação entre estudante e professor na sala de aula. Segundo ela, os estudantes apresentam uma postura de passividade em relação aos docentes, e ao se sentirem colocados em situação de estresse, apresentam comportamento agressivo e explosivo. Ela considera que existe a incompreensão por parte dos estudantes, por exemplo, das regras institucionais de avaliação, o que gera estresse e reações de agressividade desmedida. Segundo ela, o nível de mediação desse tipo de conflito existe, mas seria mais produtivo se ocorresse uma preocupação institucional a esse respeito desde a chegada do estudante à universidade, para que estes compreendessem o funcionamento institucional. A Profa. Rosemeire considera que não há uma receita para se fazer isso, mas é necessário iniciar essa discussão. Ela relata um caso em que, no dia da avaliação, os estudantes queriam impor à professora a alteração da forma de avaliação. Segundo ela, o tempo de convivência com o estudante em sala de aula é pequeno e essa convivência fora da sala de aula também é pequeno. Ela considera que seria necessário criar espaços para mediação de conflitos e também espaço de prevenção de conflitos. Ela informa que, sobre esse assunto, há uma discussão, ainda bastante preliminar, dentro do curso de psicologia. A Profa. Dra. Andrea E. Bueno Pimentel (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gestão das Organizações e Sistemas Públicos) relata uma experiência no campus da UNESP em Jaboticabal, onde trabalhou previamente à UFSCar, em que havia instituída a figura de um mediador de conflitos. Um professor que não era o coordenador do curso. Os conflitos eram resolvidos dentro do semestre em que ocorriam. A Diretora Maria de Jesus considera que seria importante criar um período de real acolhimento, tanto na graduação quanto da pós-graduação, com informações institucionais para os estudantes. A Profa. Flavia, da CCLL, relata a experiência da UFG, onde trabalhou previamente à UFSCar. Segundo ela, na semana inicial de aulas, nos moldes da chamada calourada da UFSCar, havia uma semana onde todas as informações da Universidade eram expostas aos ingressantes, inclusive as atividades dos docentes e com a participação dos estudantes mais experientes e de alguns egressos. Segundo ela, essas atividades acarretam o aumento do convívio entre os estudantes e os professores. Ela considera que na UFSCar os estudantes, provavelmente por desinformação, confundem por exemplo a chefia de departamento com a coordenação do curso, entre outros equívocos que acabam por gerar muito estresse.  A Profa. Georgina relata uma ocorrência em sala de aula, em que um conflito que ocorrido previamente nas redes sociais, sobre período eleitoral, gerou uma situação polêmica em que houve a necessidade de realizar uma mediação entre os estudantes. O Prof. Adélcio considera que os mecanismos de diálogo já existem. Segundo ele, o coordenador de curso deveria exercer essa função de mediação de conflitos. Ele convida a todos para refletirem se atualmente esses mecanismos têm funcionado; se os estudantes se considerariam empoderados durante esse processo. O mesmo docente reflete ainda que na calourada os estudantes não estejam preparados para absorverem todas as informações institucionais, e que, portanto, seria necessário voltar a essa temática mais vezes, para internalizá-las nos discentes. Segundo ele, seria desejável que se ensinasse os estudantes a usarem os mecanismos que já existem na instituição, promovendo por exemplo rodas de conversa, que têm sido bastante produtivas. O Prof. Adélcio considera ainda que os docentes têm que posicionar-se ao lado dos estudantes, garantindo esse espaço de diálogo e interação entre as categorias. O Prof. Rothen afirma que há alguns anos a ouvidoria da Universidade cumpria a função de mediação. Segundo ele havia casos em que o ouvidor ia até a sala de aula para conversar e orientar os estudantes, numa tentativa de evitar a postura de inclinação à judicialização que há hoje. A Profa. Rosemeire acredita que é necessário marcar mais, junto aos estudantes, a passagem de sua experiência no ensino médio para o meio universitário, pois na percepção dos jovens essa transição é muito complexa: o estudante vem de um modelo de ensino muito mais voltado ao vestibular, e ao chegar ao ensino superior depara com a mudança de foco, para o de uma formação mais global. Segundo ela, as ações deveriam estar focadas nos acontecimentos do cotidiano. Já há algumas estruturas institucionais, mas se essas estruturas não estão servindo para a nova geração, há que se debater quais seriam as formas mais adequadas. O desafio é compreender o novo jovem. O cenário mostra nossa deficiência como reprodução social. A Profa. Cleonice propõe, como encaminhamento, que os coordenadores de cursos do CECH, que têm sido chamados pela reitoria para tratar de evasão e sobra de vagas, articulem-se para levar, nas próximas reuniões que eventualmente ocorram, a posição do Centro sobre essas questões. Ela considera que um instrumento de avaliação seria válido. O Prof. Rothen considera que, diante do discurso de apologia à violência presente na mídia atualmente, será necessário tomar cuidado para compreender o que é normal, pois as pessoas estão com medo. Será necessário aprender a lidar com o medo, pois há reações de alunos que são normais, típicas de juventude, e outras reações são realmente expressões de violência. O Prof. considera necessário que o professor faça a reflexão de “até que ponto é o meu medo da violência e até que ponto realmente é uma postura perigosa por parte dos estudantes”. A Profa. Dra. Ana Cristina Juvenal da Cruz (Vice-Diretora do CECH) passa a tecer considerações sobre a nota divulgada pela reitoria, que qualificou os últimos acontecimentos fascistas no campus como mera divergência de opinião, o que, segundo ela é um equívoco, pois as ocorrências trata-se de crime. A vice-diretora critica a referida nota, que segundo ela legitima discursos de violência e criminosos. Ainda segundo ela, essa postura da administração superior permite que os atos de violência e agressão sejam colocados em um local de mera divergência de opinião. Ela considera que não se pode permitir isso. Ela afirma que os bilhetes deixados no CECH foram direcionados a grupos específicos, como as mulheres negras, as mulheres que ocupam cargos de direção. Segundo ela, não se pode permitir que o medo paralise a tomada de ações concretas. A vice-diretora pondera que, se a ouvidoria não é o caminho institucional para a resolução desse tipo de ocorrência, há que se descobrir o caminho. Ela considera que, independentemente do resultado das eleições brasileiras deste ano, esse caminho de embate continuará. Ela considera fundamental que se tenha respaldo institucional para ações de enfrentamento à intolerância e à violência. É necessário que se qualifique o debate, dando às coisas o nome que elas realmente têm, sem amenizá-las. Ela convida todos a pensarem como chegou-se até a situação atual e o que deve ser feito daqui por diante, ou seja, qual o tipo de ação direta a ser tomada para evitar o que vem pela frente. Segundo ela, há que se exigir medidas institucionais para isso. A Diretora Maria de Jesus propõe, como encaminhamento, a realização de um levantamento das dificuldades imediatas enfrentadas. Para isso, ela considera importante que se envolva a SAADE. Ela propõe que se faça uma reflexão de como abrir um diálogo construtivo, diante da passividade dos estudantes que está colocada. A Diretora propõe o encaminhamento, por parte da Direção do CECH aos coordenadores de curso, de uma pesquisa para diagnóstico dos principais problemas enfrentados. Outra proposta é a de convidar a SAADE para realizar uma fala voltada a toda comunidade do CECH, sobre essas condições críticas. O Prof. Adélcio propõe que o CECH produza uma nota de repúdio à nota divulgada pela reitoria. Ana vice-diretora Ana Cristina considera ser necessária uma avaliação política da conveniência de produção desta nota. A Profa. Jesus considera que não é conveniente a divulgação de uma nota, visto que já houve manifestação do CECH oficialmente a esse respeito e que os embates sobre o tema já estão ocorrendo em vários âmbitos. Ela considera que é preciso que o CECH busque construir alternativas. A Profa. Jesus defende que o CECH deveria tomar ações junto à ProGrad, para produzir diálogos, conversas e mediações de conflitos junto aos estudantes. A Profa. Flávia concorda que o foco das ações no momento deva ser o acolhimento aos estudantes. Foi encaminhado que a Direção convidará a SAADE para uma conversa mais ampla sobre conflitos na relação professor x aluno e no contexto político global atual. A proposta foi aprovada por unanimidade. 2.7. Aprovação do projeto de Reserva Técnica Institucional (RTI) da FAPESP. Todos os pedidos encaminhados pelos docentes responsáveis por projetos foram atendidosA Direção encaminhou informa que todos os pedidos envolviam bens coletivos para uso comum do CECH, dentre ele: 5 aparelhos de tv do tipo “smart” para equipar o prédio do NAPS; 1 computador para apoio aos periódicos do CECH e 1 software para detecção de plágio. O Prof. Dr. Igor José de Renó Machado (Diretor do Laboratório Integrado de Documentação e Estatísticas Políticas e Sociais) afirma que seria importante constar formalmente a demanda do LIDEPS por um equipamento de ar condicionado. A Profa. Jesus esclarece que o pedido total será formalizado para receber o levantamento orçamentário que estaria sendo feito pela ProAD, atendendo pedidos dos Projetos da Profa. Deisy das Graças. A proposta apresentada pela Direção para utilização da verba foi aprovada por unanimidade. Nada mais tendo a tratar, a Srª Presidente deu por encerrada a reunião. Eu, Renata Maria Biasioli, lavrei a presente ata, que depois de aprovada será assinada pelos membros presentes ou representados.

Profa. Dra. Maria de Jesus Dutra dos Reis                                                                 

Profa. Dra. Ana Cristina Juvenal da Cruz                                                                   

Prof. Dr. Adélcio Camilo Machado                                                                               

Prof. Dr. Fred Siqueira Cavalcante                                                                              

Prof. Dr. Igor José de Renó Machado                                                                          

Prof. Dr. José Carlos Rothen                                                                                         

Prof. Dr. Luiz André Neves de Brito                                                                             

Profª. Drª. Aline Sommerhalder                                                                                    

Profª. Drª. Andrea Eloisa Bueno                                                                                              

Profª. Drª. Camila Höfling                                                                                                          

Profª. Drª. Carolina Severino Lopes da Costa                                                            

Profª. Drª. Cleonice Maria Tomazetti                                                                            

Profa. Dra. Dijnane Fernanda Vedovatto                                                                    

Profª. Drª. Flávia Bezerra de Menezes Hirata Vale                                                   

Profª. Drª. Georgina Carolina Faneco Maniakas                                                       

Profa. Dra. Joceli Catarina Stassi Sé                                                                           

Profª. Drª. Luciana Sá Leitão Corrêa de Araújo                                                         

Profª. Drª. Maria do Carmo de Sousa                                                                           

Profª. Drª. Rosemeire Aparecida Scopinho                                                                

Profa. Me. Ana Luiza Pereira Barbosa                                                                        

Fernando Arriello Molan                                                                                                

 

Rodovia Washington Luís , Km 235 - SP-310 | São Carlos-SP | Brasil

CEP: 13.565-905 | Fone: (16) 3351-8351 | E-mail: cech@ufscar.br

CECH / UFSCar © 2016.